CUIDADOS E MANUTENÇÃO

 

  

  

 

   

Os porquinhos de pêlo comprido exigem uma maior manutenção e por vezes é necessário dar-lhes banho. Independentemente de ser um animal de exposição ou um animal de estimação devemos sempre tentar mantê-lo nas melhores condições de higiene possiveis. Os meus porquinhos tomam banho no lavatório, sempre longe de correntes de ar e com uma temperatura amena e utilizando àgua morna. Tenho o cuidado de não deixar àgua entrar para as orelhas, assim como de não os deixar sentir com demasiada àgua no fundo para que não tenham medo. Grande parte dos meus porquinhos adora tomar banho e fica encantado enquanto a àgua lhes corre pelo dorso (se nota que o seu porquinho não se sente confortável poderá colocar um pequeno tapete anti-derrapante debaixo das patas).

Uso um shampoo especifico para porquinhos da India e em banhos de simples manutenção gosto muito de utilizar um shampoo anti-fungico para prevenir problemas de pele especialmente nos porquinhos de pêlo curto. As marcas que utilizo são a Gorgeous Guineas (que tem de ser importada através do site deles) ou então os produtos da Pet Silk com os quais tenho trabalhado nos ultimos meses e estou muito satisfeita com os resultados não só a nivel dos porquinhos mas também noutros animais de grande exigência de manutenção como a minha caniche gigante. Assim, utilizei a Cruella como modelo para exemplificar melhor os processos do banho:

1) Antes de começar o banho deverá pentear bem o porquinho para ter a certeza de que retira todos os possiveis nós do pêlo, pois com a àgua e o shampoo e ao esfregar os mesmos teriam tendência a embaraçar mais e como resultado teria possivelmente de cortar os nós.

2) Molhe bem o porquinho, usando os dedos para que a àgua entre bem por todo o pêlo e aplique a primeira dose de shampoo (neste caso utilizei o "Bright White Silk Shampoo" da PetSilk, uma vez que pretendia realçar a àrea de pêlo de côr branca da Cruella. Após massajar durante alguns minutos, deixo a primeira dose de shampoo actuar durante 5 minutos. (Daí a importância de manter o local aquecido)

3) Após passar bem a Cruella por àgua sempre utilizando os dedos para massajar, apliquei outra dose de shampoo que deixei actuar mais alguns minutos.

4) Por ultimo, apliquei o condicionador "Bright White Conditioner" da PetSilk e deixei actuar durante alguns minutos. Estes produtos têm a caracteristica de que podem ser diluidos em várias partes de agua, tornando-se mais faceis de utilizar e também mais económicos.

5) Durante alguns minutos tenho o cuidado de enxaguar bem a Cruella e sem esfregar mas apenas retirando com a toalha a maior quantidade possivel de àgua sem embaraçar o pêlo.

6) Passei um pente de dentes largos para ter a certeza de que o pêlo não tinha quaisquer nós e por ultimo sequei a Cruella até todo o corpo estar completamente seco.

7) Se noto que tenha algumas pontas de pêlo mais fracas, aproveito para as acertar. Na foto em baixo pode ver a escova, pente, tesoura e corta-unhas que utilizei. Aproveito estes momentos do banho para verificar as unhas, os dentes, olhos, ouvidos, glandulas, etc... Mas todos esses processos explicarei mais abaixo.

8) Uma ultima passagem com a escova e está pronta! Obrigada Cruella :)

Os porquinhos da India dando justiça ao nome de "roedores" têm uma dentição que cresce durante toda a sua vida. A par de uma alimentação equilibrada, feno e alguns objectos que ajudam a gastar os dentes (especificos), devemos fazer um check-up pelo menos de 15 em 15 dias para verificar se os dentes estão com o tamanho correcto, se não estão a crescer demasiado e a magoar os lábios do porquinho, as paredes da boca ou a lingua. Se notar que os dentes não estão a encaixar de forma correcta ou que o porquinho baba-se ou que come menos deve imediatamente contactar o veterinário. Este é o aspecto de uma boca sã... a boca do Flying Carpet :)

O dia em que realmente apeteceu-me chamar "porco" a um dos meus porquinhos foi quando limpei pela primeira vez a glandula do saco anal de um porquinho macho. Entre os testiculos e já dentro do escroto os machos acumulam uma pequena bola de sebo à qual se juntam palhinhas, fenos, pêlos, etc. Nem sempre é facil de remover... Eu utilizo um cotonete embebido em óleo de amêndoas doces e geralmente sai com facilidade. Se tiver alguma duvida sobre este processo é sempre preferível falar com o veterinário e aprender com ele como se faz correctamente. Esta glândula só existe nos machos.

No entanto, tanto os machos como as fêmeas têm outra glândula no fundo do dorso, quase junto ao anus... Esta glandula pode acumular gordura e ficar obstruida. Embora não seja nada complicada de limpar e sendo exterior, o mais que pode acontecer é demorar um pouco a conseguir amolecer a zona... Um conceituado criador e juiz inglês ensinou-me um pequeno truque para remover estas manchas utilizando detergente para a loiça "Fairy"... Eh eh... Nunca necessitei de experimentar mas guardei a dica para um eventual futuro.

Um animal de pêlo comprido exige (dependendo do tamanho do pêlo) ser escovado várias vezes por semana, e alguns até todos os dias. Se não tem tempo para efectuar este tipo de grooming, considere por favor ficar antes com um animal de pêlo curto que exige uma muito menor manutenção. Não sacrifique o bem-estar de um animal por capricho!

Para escovar um porquinho de pêlo comprido liso (peruano, sheltie, coronet, angorá, etc) deverá utilizar uma escova e um pente assim como um spray de pentear que serve de condicionador, desembaraçador e hidratante ao mesmo tempo. Em porquinhos com o pêlo muito grande aplico uma boa dose de spray, normalmente uso os sprays da PetSilk, consoante a côr, textura do pêlo, etc. Em seguida, uso o pente para pentear todo o pêlo, levantando as camadas superiores para ter acesso às camadas inferiores de pêlo. Após verificar que não existem nós ou objectos estranhos no pêlo, utilizo uma escova para massajar o corpo do animal e na maioria das vezes dou um toque com o secador para que não fique humido e com a escova termino a posição do penteado de acordo com a raça.

No caso de um texel, alpaca ou merinos (as raças de pêlo comprido encaracolado) existem 2 métodos de grooming... O primeiro é como descrito nos animais de pêlo liso e usado na Europa quando da apresentação dos animais em concurso. O segundo método é utilizado nos Estados Unidos e Canadá em que estas raças são apresentados com os caracois naturais do pêlo. Neste caso, o pêlo é borrifado com àgua fria e "amachucado" com os dedos para manter os caracois. Deve-se no entanto verificar diariamente se tem nós no pêlo ou palhinhas e remover os mesmos com os dedos, em especial nas camadas inferiores de pêlo. Se utilizar este método, tambem o processo de secagem após o banho é diferente pois não se deve utilizar o secador mas sim uma luz vermelha para secar ou deixar secar naturalmente. Aqui é muito importante que o animal não apanhe frio ou correntes de ar neste processo.

No caso de um porquinho de pêlo curto, utilizo uma escova suave, tipo a dos bebés para massajar bem e retirar os pêlos mortos. Embora não seja utilizado no nosso país, o grooming dos animais de pêlo curto pode dar ainda mais trabalho do que um de pêlo verdadeiramente comprido... No entanto, são processos apenas utilizados para exposições e não contribuem verdadeiramente para o bem-estar básico do animal.

Os olhos dos porquinhos devem estar sempre com um aspecto saudável e brilhante... Se isso não acontecer, deverá contactar o veterinário o mais rápido possivel. Pequenas excepções podem ocorrer de origem externa, como uma palhinha no olho ou um pêlo revirado que inflama o olho... O mais correcto é sempre contactar o veterinário.

 

As orelhas dos porquinhos podem facilmente sujar-se e em alguns casos até parecerem bastante sujas... Poderá limpá-las com toalhitas proprias para estas situaçoes ou com um cotonete embebido em óleo de amendoas doces. Tenha cuidado ao utilizar um cotonete para não magoar o canal auditivo, deve apenas limpar a parte externa! Se notar as orelhas anormalmente sujas ou o porquinho com a cara de lado deverá imediatamente contactar o veterinário.

Embora não tenha o habito de utilizar papelotes nos meus porquinhos pois por motivos que considero importantes prefiro que eles tenham a maior liberdade de movimentos possivel e tambem considero mais higienico que não tenham o pêlo excessivamente longo... Obviamente não critico nem condeno quem o faço... Ninguem melhor que o dono deverá saber julgar o que é o indicado para o seu animal. A unica vez que tentei os papelotes foi no Elvis, e depois de ele os comer na hora seguinte até hoje nunca mais deixou o pêlo crescer normalmente... E penso que eu aprendi uma grande lição. eh eh...

Deixo aqui o website de uma conceituada criadora americana que tem um fantastico tuturial para fazer o "wrapping" nos porquinhos e que gentilmente me deu autorização para pôr o mesmo(em inglês):

 

As unhas do porquinho devem ser mantidas curtas e devidamente aparadas. Poderá utilizar um corta-unhas de gatos para o efeito. Deverá no entanto ter cuidado ao cortar pois, tal como os cães e os gatos, os porquinhos têm veias dentro das unhas e deve-se cortar no limite das mesmas. Nos animais que têm as unhas pretas é mais complicado efectuar o corte. Poderá pedir ao veterinário que lhe ensine numa consulta para que possa efectuar esse procedimento em casa na rotina de higiene do seu porquinho.

Estes são os métodos que eu utilizo, não sei como funcionam com os outros... Sei como funcionam comigo e até ao momento estou muito satisfeita com eles. Estou sempre disponivel para aprender novos métodos, partilhar ideias, conhecimentos, etc... Mas nada do que eu explico é para ser usado imperativamente e nada pode ocupar o lugar do veterinário se notar algo de errado no seu porquinho.

 

  

   

Os Meus Porquinhos Noticias Eventos Alimentação Alojamento Cuidados Saúde Links Galeria

Casais a Criar Ninhadas Vendas Livro de Visitas E-mail Home